Connect with us

Ночная жизнь

Published

on

[url=https://samoylovaoxana.ru/otdyh-v-shri-lanke/]Отдых в Шри-Ланке[/url] или [url=https://samoylovaoxana.ru/tag/orlando/]Орландо[/url]

[url=https://samoylovaoxana.ru/tag/zamok/]замок[/url]

Открой для себя Париж: куда пойти и что посмотреть

Ещё можно узнать: [url=https://yourdesires.ru/it/1248-kak-vvesti-znak-evro-s-klaviatury.html]евро обозначение валюты[/url]

Праздничные туры

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Alimentação

Benefícios dos Tomates para a Saúde

Published

on

Os maravilhosos benefícios dos tomates para a nossa saúde são imensos, neste artigo explicamos quais são esses benefícios e como consumir tomates pode ser uma forma de cura.

O tomate é um superalimento que é muito benéfico para manter o seu coração saudável, ajudando na perda de peso e tornando a sua pele bonita. Os tomates são usados em vários pratos para fazer saladas, chutney, sopas, molho, purê e vegetais, mas os benefícios máximos para a saúde podem ser colhidos apenas comendo-os crus. Mas, para sua surpresa, o tomate cozido também tem valor nutricional altissimo.

Estes são os melhores benefícios para a saúde de comer tomates:

Muito bom para o seu Coração

Os tomates são muito ricos em potássio, o potássio é útil para prevenir a frequência cardíaca e controlar a pressão arterial, o que minimiza a chance de hipertensão e acidente vascular cerebral. Os resultados também mostram que o consumo de tomate cru pode reduzir o colesterol LDL e os triglicéridos no sangue. Estes lípidos são os principais culpados na acumulação de gordura nos vasos sanguíneos que desencadeiam ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

Previne doenças Oculares

O tomate é uma fonte muito rica de vitamina A, que melhora a visão e cura a cegueira nocturna, além de prevenir a degeneração macular. A vitamina A é um antioxidante que é formado no corpo pelo excesso de betacaroteno. Os antioxidantes combatem os radicais livres que previnem outros problemas relacionados com a visão. Além da vitamina A, o tomate tem flavonoides do complexo B, tiamina, folato e niacina que também curam doenças oculares e doenças relacionadas com a visão.

Mantêm os Ossos Saudáveis

Rico em cálcio, o tomate pode tornar os seus ossos fortes e evitar que fiquem quebradiços. O tomate é muito rico em antioxidantes protetores dos ossos, betacaroteno que mantém os ossos e dentes saudáveis. Os antioxidantes presentes nos ossos protegem o corpo dos radicais livres que danificam os ossos. O licopeno protege e estimula os ostoblastos que são essenciais para as células de construção óssea. Portanto, comer tomate garante ossos saudáveis. A vitamina K presente no tomate também é responsável por tornar os ossos fortes.

Provavelmente o maior anti-cancerígeno da Natureza

Este vegetal vermelho ajuda muito na prevenção do “câncer-cancro”, pois previne muitas reações indesejadas nos pulmões, cólon e mama que causam o cancro. Os antioxidantes presentes no tomate previnem a reação carcinogénica no organismo, bloqueando os radicais livres. Um Estudo revela que alto nível de licopeno presente no tomate vermelho pode minimizar o risco de cancro de próstata, colorretal e de estômago.

O licopeno é um poderoso antioxidante que abranda a taxa de crescimento das células cancerígenas. E tomates cozidos têm mais licopeno do que tomates crus, então consuma sopa de tomate ou coma tomates cozidos diariamente para prevenção de células cancerosas no seu corpo.

Comer tomate mantém o seu sistema digestivo saudável

Os tomates realmente ajudam a tornar o seu sistema digestivo saudável, curando a diarreia e a prisão de ventre. A fibra é encontrada abundantemente no tomate, por isso ajuda na excreção suave e mantém o intestino limpo. As fibras também ajudam a estimular o peristáltico nos músculos digestivos lisos e curam o estômago inchado e a acidez. O sistema digestivo suave e saudável mantém várias doenças afastadas e previne condições como o cancro colorretal.

A sua pele ficará impecável e saudável

O tomate é rico em antioxidantes, licopeno que atuam como protector solar natural. Protege a sua pele contra danos e cancro da pele. O consumo de tomate pode proteger a pele contra o eritema induzido pelos raios UV. As máscaras faciais de tomate são muito eficazes na protecção da pele contra os raios solares nocivos que causam a descoloração da pele.

Além disso, o tomate é rico em vitamina A, C e betacaroteno que neutraliza os efeitos nocivos dos radicais livres que causam escurecimento da pele, rugas prematuras, marcas de pigmentação, acne e outras manchas na pele. Os radicais livres no sangue também podem levar a danos celulares. Por isso, mastigue tomate diariamente para neutralizar os efeitos nocivos dos radicais livres na pele e manter a sua pele saudável e impecável.

Controla a diabetes

O consumo de tomate mantém o açúcar no sangue sob controle. Um estudo da Associação Médica Americana revela que o consumo de tomate reduz o stress oxidativo da diabetes tipo 2.  Enriquecido com crómio, comer tomates crus diariamente mantém o açúcar no sangue sob controlo. Como todos os alimentos sem amido, o tomate tem baixo nível de IG. Os pesquisadores provaram que comer tomates pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares associadas ao diabetes tipo 2.

Cura infecções do trato urinário

O consumo de tomate minimiza a chance de infeções do trato urinário, bem como infeções da bexiga. Como os tomates são ricos em água que estimula a micção, por isso sendo diurético pode eliminar toxinas do seu corpo em forma de sal, ácidos úricos e algumas gorduras também.

Aumenta a fertilidade masculina

Um estudo publicado em 2017 analisou os efeitos de um sumo diário de 7 onças (oz) de tomate contra uma cápsula antioxidante ou placebo entre homens com infertilidade por 12 semanas. O sumo de tomate aumentou significativamente os níveis de licopeno no sangue e o movimento do esperma em comparação com o grupo controle (placebo). A mobilidade dos espermatozóides é um indicador de fertilidade. A cápsula placebo antioxidante, no entanto, não apresentou melhorias significativas.

Neutraliza os efeitos nocivos do tabaco

O tomate pode reparar os danos causados ao corpo por causa do tabagismo. O tomate tem ácido cumárico e ácido clorogénico que protegem o seu corpo de agentes cancerígenos que são produzidos no seu corpo por causa do tabagismo. O consumo regular de tomates pode reparar os danos pulmonares no corpo.

Os investigadores descobriram que as pessoas que consumiram mais de 2 tomates por dia experimentaram redução nos danos pulmonares, em comparação com aqueles que consumiram menos de um tomate por dia. Então é preciso comer entre 2-3 tomates diariamente para os ex-fumadores rapidamente limparem o seu organismo.

Ajuda na perda de peso

Os tomates são realmente baixos em calorias porque um tomate contém apenas 18 mg de calorias e comer 2 tomates por dia lhe dará menos de 50 calorias. E uma xícara de tomate contém 0,2 g de fibra solúvel e 2 g de fibra insolúvel. Ambas as fibras são essenciais para a perda de peso. A fibra solúvel no tomate forma um gel como substância no intestino grosso que funciona como fonte de alimento para as boas bactérias intestinais. Ajuda a reduzir a absorção de alimentos tornando-o mais cheio, por isso leva à perda de peso.

Está cientificamente provado que comer tomate pode aumentar o metabolismo lipídico, estimulando a expressão de genes associados à oxidação de ácidos gordos. Ajuda no corte de calorias e a queimar gordura facilmente.

Agora que você já conhece os melhores benefícios de comer Tomate. faça um favor a si mesmo e coma tomates crus ou cozidos para obter o máximo de benefícios para o seu corpo e viver uma vida saudável.

Continue Reading

Alimentação

A Dieta Viking

A dieta viking era composta principalmente de carne, peixe, vegetais, cereais e produtos lácteos. Alimentos doces como bagas, frutas e mel…

Published

on

Os Alimentos e a Dieta Viking

A dieta viking era composta principalmente de carne, peixe, vegetais, cereais e produtos lácteos. Alimentos doces como bagas, frutas e mel também foram consumidos. Os vikings precisavam de alimentos de alta energia ricos em gorduras para sustentá-los, especialmente durante os meses rigorosos de inverno. Eles tinham uma dieta variada que incluía uma mistura de fontes de proteína, como carne e peixe, juntamente com alimentos à base de plantas.

A carne desempenhou um papel significativo na dieta Viking, sendo a carne de porco uma escolha comum devido à sua facilidade de criação e rápida maturação. Eles também consumiam carne bovina, carneiro, cabras e até cavalos como alimento. No entanto, o consumo de carne de cavalo levou a conflitos com as crenças cristãs, pois era considerado tabu sob a doutrina da igreja.

O peixe era outro alimento básico na dieta viking devido à sua proximidade com o mar e rios. Os arenques eram abundantes e preparados de várias maneiras, como secagem, salga, defumação, decapagem e conservação em soro de leite. Os vikings eram caçadores habilidosos que capturavam renas, alces e até ursos para consumo.

Em termos de métodos de cozedura, a fervura era a maneira preferida de preparar carnes entre os vikings. Um guisado de carne cozida chamado skause era uma peça central comum das suas refeições. Enquanto assar e fritar não eram tão prevalentes na cozinha viking como ferver.

No geral, a dieta Viking foi caracterizada pela sua dependência de alimentos de alta energia, como carne e peixe, juntamente com uma variedade de ingredientes à base de plantas que forneciam nutrientes essenciais para a sua sobrevivência em ambientes desafiadores.

Os Alimentos dos Vikings

Eles consumiam alimentos doces como bagas, frutas e mel. Carne e peixe eram itens básicos nas suas refeições diárias, com evidências sugerindo que eles comiam uma variedade de criaturas marinhas, como arenque e baleias. Em terra, criavam animais como gado, ovelhas, cabras, porcos e galinhas para carne e lacticínios.

Carne e Peixe

  • Os vikings consumiam alguma forma de carne todos os dias, com uma parte significativa proveniente de peixes devido à sua experiência na pesca.
  • Eles provavelmente caçavam animais terrestres como coelhos, renas e possivelmente ursos, além de animais domesticados.

Grãos e Pão

  • Os grãos eram uma parte crucial da dieta viking, sendo a cevada o grão mais comum, juntamente com centeio, aveia e, às vezes, trigo.
  • O pão feito de cevada moída misturada com água era um alimento básico nas refeições. Era tipicamente ázimo e cozido fresco de cada vez.

Produtos lácteos

  • Os lacticínios desempenharam um papel vital na nutrição viking. Eles mantinham animais principalmente para a produção de leite e faziam manteiga a partir de creme de leite através de agitação intensiva manualmente.
  • Outros produtos lácteos incluíam queijos semelhantes a queijos de coalhada macia, como mussarela ou paneer. Skyr, um queijo macio parecido com iogurte grego, mas tecnicamente diferente, também fazia parte da sua dieta.

Vegetais da Era Viking

  • Apesar de não terem acesso a técnicas agrícolas modernas para a disponibilidade de produtos durante todo o ano, os vikings consumiam vários vegetais como cebola, alho selvagem, leguminosas (ervilhas e feijões), vegetais de raiz (beterraba) e cenouras.
  • Os vegetais de raiz eram especialmente importantes, pois podiam ser armazenados durante o inverno, simplesmente deixando-os no chão.

Em resumo, a dieta Viking era rica em proteínas de carne e peixe, complementada por grãos como cevada para carbohidratos, juntamente com lacticínios para nutrientes essenciais. O seu consumo de vegetais e algumas frutas sazonais fornecia vitaminas adicionais necessárias para a saúde geral.

Continue Reading

Espiritualidade

Mitos e Lendas do Antigo Egipto

Saiba quais são os Mitos e Lendas mais assustadores do Antigo Egipto Um dos contos sombrios e misteriosos do antigo Egipto envolve o deus Khonsu, que…

Published

on

Os Mitos e Lendas mais assustadores do Antigo Egipto

Um dos contos sombrios e misteriosos do antigo Egipto envolve o deus Khonsu, que era associado à lua. De acordo com o texto do “Hino Canibal”, acreditava-se que Khonsu consumia corações humanos, mesmo os de outros deuses. Ele foi referido como “Khonsu que vive de corações”, destacando a sua natureza macabra na mitologia egípcia.

Ísis e Osíris

Outro mito inquietante gira em redor de Ísis e Osíris, que não eram apenas irmãos, mas também marido e mulher. Depois de Osíris ter sido assassinado pelo seu irmão Set, Ísis procurou o seu corpo em todo o Egipto. Ela conseguiu encontrá-lo e ressuscitá-lo temporariamente para conceber um filho. No entanto, Set frustrou os seus planos, desmembrando Osíris e espalhando partes do seu corpo. Apesar deste ato horrível, Ísis reconstruiu Osíris com a ajuda de sua irmã Néftis, criando um novo órgão para ele para que eles pudessem conceber uma criança antes que ele se tornasse governante do submundo.

Anúbis

Anúbis, o deus da mumificação no antigo Egipto, desempenhou um papel crucial na preparação das almas para a vida após a morte. Anúbis coleccionou troféus daqueles que ajudou a embalsamar, incluindo órgãos como os de Osíris oferecidos por Set como presente. Esta prática de recolher partes corporais do falecido contribuiu para a associação de Anúbis com a mumificação e a sua representação com a cabeça de um chacal.

Antigo Egipto
Representação de Hórus, Osíris e Ísis.

Ammit

Além disso, os egípcios acreditavam numa deusa demoníaca conhecida como Ammit ou “a Devoradora”. Ammit residia no submundo e aguardava as almas que falharam o seu julgamento final após a morte. Durante este processo de julgamento onde o coração era pesado contra uma pena que representava equilíbrio, se o coração do falecido não passasse neste teste, Ammit consumiria a sua essência, levando ao seu eterno desaparecimento.

Estes mitos e lendas do antigo Egipto revelam um lado mais sombrio das suas crenças e práticas religiosas, mostrando temas de morte, ressurreição, consumo de corações, rituais de mumificação e demónios do submundo que adicionaram profundidade e complexidade à mitologia egípcia.

Continue Reading

PODCAST

Categories

Tags

Comentários Recentes

Mais Lidos